NOTÍCIAS

Conselho quer resgatar a credibilidade e o torcedor do Tigre
08/10/2014

Em comunicado, o presidente do Conselho Deliberativo do Mixto falou das ações para o futuro do clube

Mixto só voltará a disputar o campeonato regional em 2015

O Conselho Deliberativo do Mixto, através do seu presidente Cristino Batista, divulgou um comunicado à imprensa para esclarecer alguns pontos sobre futuro do time, que optou por não disputar a Copa Mato Grosso para se readequar financeiramente e não atrapalhar os planos futuros. A diretoria citou que o resgate da credibilidade do clube será um dos pontos fortes do novo Conselho, que entre outras ações já reformou o Estatuto. Aproveitou ainda para esclarecer que o clube não está se licenciando do quadro da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), já que a participação na Copa Mato Grosso não é obrigatória. O clube deve voltar as atividades no início da próxima temporada para a disputa do Campeonato Mato-grossense. 

- O Mixto reformou o seu estatuto e compôs um novo conselho Deliberativo. Houve uma oxigenação no quadro de conselheiros e isso já se reflete positivamente nas decisões que estão sendo tomadas e no rumo administrativo que o Conselho está tomando. O novo Conselho possui 50 conselheiros eleitos, 19 conselheiros beneméritos e 14 conselheiros natos (ex-presidentes). O novo estatuto prevê ainda que os conselheiros eleitos devem obrigatoriamente participar do programa sócio torcedor do clube e contribuírem com uma mensalidade para o Conselho - diz um trecho da nota. 

Admitindo a bagunça que o clube se encontra no momento, já que não tem presidente, escritório e nem dinheiro, o Conselho trabalha para reerguer o time mais tradicional de Mato Grosso. 

- O Conselho está montando, em uma importante região de Cuiabá, um escritório com a estrutura necessária para atender a sua demanda administrativa. Este escritório terá as despesas custeadas pelas contribuições mensais dos próprios conselheiros e também será utilizado para reuniões do Conselho e pela diretoria do Clube, quando eleita. Em outras palavras, depois de muito tempo, o Mixto terá um endereço de fácil localização e acesso onde poderá receber as suas correspondências, se relacionar com parceiros e dar andamento às ações administrativas.     

- É de extrema necessidade resgatar a credibilidade do Mixto para que parcerias sérias venham somar para o desenvolvimento do clube. A marca Mixto, apesar de todas as mazelas causadas ao clube pelas últimas administrações, ainda é muito forte e continua viva. O conselho vai trabalhar uma agenda positiva, com ações para destacar positivamente o poder que a marca exerce no mercado em geral e em particular, nos seus torcedores. Hoje, o Conselho trabalha com os pés no chão e tem consciência que o trabalho de resgate vai ser árduo, mas prazeroso, pois a paixão pelo clube nos fará ultrapassar todos os obstáculos. Hoje, o Mixto pode não ser o melhor, mas ainda é disparado o maior clube do estado, pelo valor intangível de sua marca, pelo seu belo hino, pela sua imensa torcida e pelo seu passado repleto de glórias e lindas histórias, por isso vamos resgatar o clube através da credibilidade de todos os verdadeiros mixtenses.

Por fim, o Conselho promete resgatar o programa sócio-torcedor que conta com mais de dois mil associados, mesmo com o time em má fase. 

- O Mixto possui atualmente, sem nenhuma ação de marketing desenvolvida, mais de dois mil e duzentos sócios cadastrados no programa sócio-torcedor de Vantagens, porém poucos estão ativos e adimplentes. A grande maioria, ou quase a sua totalidade ainda não emitiu os boletos para efetivamente iniciarem o pagamento das mensalidades. O conselho vai resgatar todos esses torcedores e implementar ações de marketing simples e de baixo custo, mas ao mesmo tempo criativas e eficazes para buscar junto a nação alvinegra mais adeptos ao programa e dar ao clube condições de se manter pelos seus próprios meios, sem as “promessas de ajuda” de terceiros como costumeiramente ocorria e que nunca se efetivaram, deixando o clube com problemas financeiros e descrédito no mercado.

Fonte: Assessoria de Imprensa | Com informações Mixto EC




OUTRAS NOTÍCIAS