NOTÍCIAS

Presente de aniversário: America vence o Madureira e volta ao G2 da Copa Rio
19/09/2016

No dia em que comemorou 112 anos, o Mecão derrotou o rival por 1 a 0 no estádio Giulite Coutinho

Adam marcou o gol da vitória americana. Foto: Raffa Tamburini/America

Na tarde em que completou 112 anos, o Rubro da Rua Campos Sales ganhou um belo presente. Sob o canto de parabéns de seus torcedores, o America superou o Madureira por 1 a 0, quebrando um jejum de dois jogos sem vitórias, e voltou ao G2 do Grupo B da Copa Rio. 

Adam marcou o tento solitário deste domingo, dia 18, que fez a alegria dos americanos presentes no estádio Giulite Coutinho. Após este confronto em Mesquita, o America só volta a campo no dia 28, às 19h30. Na data o Rubro vai encarar o Friburguense no estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo. A partida será válida pela penúltima rodada da primeira fase da Copa Rio.

O jogo

Logo em sua primeira chance do gol incisiva o America abriu o placar. Wagner Diniz foi até a ponta direita, rolou para trás, Marcos Felipe dominou e chutou no contrapé do goleiro. A zaga salvou em cima da linha, mas o rebote ficou com Adam, que, em um chute rasteiro - no canto direito do arqueiro - fez o Giulite Coutinho explodir: America 1 a 0, aos 15 minutos.

Depois do gol o Rubro teve mais posse de bola que o rival, que, por sua vez, acabou criando boas chances aos 18 e 35. No entanto, Felipe fez boas defesas nos remates cruzados, de dentro da área, de Ruan e Lipe. 

Perto do fim da etapa o America teve uma ótima chance de ampliar. Dieguinho puxou contra-ataque e achou Nivaldo dentro da área. O meia arrumou a bola para a batida de Gabriel, de fora da área. Milagrosamente, Jonathan voou em seu canto esquerdo e espalmou a bola para fora, aos 43.

Já na segunda etapa o America adotou uma postura diferente. Com o resultado a seu favor, o Rubro tentava explorar os contra-ataques. O Madureira, por sua vez, detinha uma maior posse de bola, mas só assustou aos 7 minutos. Na oportunidade, Luciano rematou da esquerda da área e Fábio Braz desviou a bola, que bateu na trave e saiu. Com inteligência, o Mecão soube gastar o tempo, administrar a partida e confirmou sua terceira vitória.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa | America




OUTRAS NOTÍCIAS